[Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ] [Escola de Química - UFRJ]

Núcleo de Estudos Industriais e Tecnológicos - UFRJ

centro de excelência na área de Gestão da Inovação, Inteligência Competitiva,
Prospecção Tecnológica e Monitoramento Tecnológico e Mercadológico

BNDES lança programa de apoio à cadeia de fornecedores do setor de petróleo e gás natural

• BNDES P&G integra o Plano Brasil Maior

• Orçamento é de R$ 4 bilhões para concessão de financiamentos

O BNDES aprovou a criação do Programa de Apoio ao Desenvolvimento da Cadeia de Fornecedores de Bens e Serviços relacionados ao setor de Petróleo e Gás Natural – BNDES P&G. Com o programa, o BNDES abrenovos caminhos para o apoio à cadeia de empresas fornecedoras de bens eserviços de petróleo e gás, estreitando o relacionamento já existente entre o Banco e o setor.

O alto volume de investimentos esperado nos próximos anos evidencia um panorama altamente favorável ao fortalecimento da cadeia de fornecedores do setor de petróleo e gás, com aumento de competitividade das empresas brasileiras no mercado doméstico e internacional.

Com orçamento de R$ 4 bilhões e vigência até 31 de dezembro de 2015, o BNDES P&G tem como objetivo buscar soluções para alguns dos entraves à competitividade e ao desenvolvimento do setor, tais como adificuldade de acesso ao crédito, o elevado custo de capital e o acesso à tecnologia de ponta.

Os focos do programa são projetos de implantação, ampliação e modernização da capacidade produtiva; consolidação, fusão e aquisição e internacionalização da cadeia de fornecedores; financiamento do capital de giro necessário à produção de equipamentos e prestação de serviços; e suporte a atividades de pesquisa, desenvolvimento e inovação.

Além de oferecer condições financeiras diferenciadas, com taxas de juros  variando de 4,5% ao ano, para inovação, até 11,04%, para o financiamento a capital de giro, nas operações diretas, o programa flexibiliza ascondições de acesso ao crédito para as micro, pequenas e médias empresas(MPMEs). As empresas de menor porte representam aproximadamente 85% das empresas da cadeia de fornecedores de P&G no País.

O programa também prevê maiores níveis de participação do BNDES nos projetos de financiamento e possibilita o apoio à aquisição detecnologia, à qualificação e capacitação de mão-de-obra e à prestação deserviços, em especial os serviços de engenharia e de certificação relacionados ao setor.

O Programa BNDES P&G poderá, ainda, apoiar a cadeia de fornecedores por meio de operações com as chamadas “empresas-âncora”. Nesse caso, aideia é facilitar o acesso a crédito para empresas de menor porte (MPMEs).

A empresa-âncora é uma empresa de maior porte (com receita operacional bruta anual acima de R$ 90 milhões), que, a partir de um Plano de Desenvolvimento de Fornecedores, direciona no mínimo 30% dos recursos do financiamento aos seus fornecedores e subfornecedores, alavancando,assim, as atividades produtivas em que esteja envolvida direta ou indiretamente.

Espera-se que essas operações, além de viabilizar o acesso ao crédito na cadeia de fornecedores de P&G como um todo, estimulem um relacionamento ainda mais próximo entre as empresas do setor.

Os beneficiários do Programa BNDES P&G são as empresas de todos os portes com sede e administração no Brasil, que integrem ou venham a integrar a cadeia de fornecedores de bens e serviços relacionados ao setor de petróleo e gás natural.

O BNDES P&G poderá atuar com financiamentos, nas modalidades direta, indireta (por meio de agentes financeiros) ou mista, e com instrumentos de renda variável, que envolvem participação acionária.

Para mais informações, acesse a página do Programa BNDES P&G.

Fonte: ABIMAQ

COMENTÁRIOS

REDES SOCIAIS_