[Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ] [Escola de Química - UFRJ]

Núcleo de Estudos Industriais e Tecnológicos - UFRJ

centro de excelência na área de Gestão da Inovação, Inteligência Competitiva,
Prospecção Tecnológica e Monitoramento Tecnológico e Mercadológico

Importações de produtos químicos crescem 46,6% em agosto, diz Abiquim

Postado por NEITEC em 15/Set/2011


SÃO PAULO – O Brasil importou US$ 4,4 bilhões em produtos químicos no mês de agosto. O valor, recorde histórico para um único mês, representa crescimento de 18,9% em relação a julho e aumento de 46,6% sobre agosto de 2010, segundo levantamento da Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim). Considerando os produtos intermediários para fertilizantes, foram importados mais de US$ 1 bilhão em agosto, 174,8% mais em relação ao mesmo mês do ano passado.

De janeiro a agosto, as importações de produtos químicos  totalizaram US$ 27,2 bilhões, aumento de 29,5% frente ao mesmo período de 2010. As exportações, de US$ 1,5 bilhão no mês passado, caíram  5,3% na comparação com julho, embora tenham crescido 33,1% em relação ao mesmo mês de 2010.

No acumulado do ano, as vendas externas alcançaram US$ 10,5 bilhões,  24,6% mais sobre  igual período do ano passado.

O déficit na balança comercial de produtos químicos, até agosto, chegou a US$ 16,8 bilhões, 32,8% mais do que o registrado em igual período de 2010. Nos últimos 12 meses (setembro de 2010 a agosto deste ano), o déficit é de US$ 24,8 bilhões.

De janeiro a agosto, as importações de intermediários para fertilizantes, os produtos químicos mais importados no país, foram de US$ 5,3 bilhões, praticamente o dobro do valor registrado no mesmo período de 2010. As importações desses produtos superaram até mesmo a compra de medicamentos para uso humano, que chegaram a US$ 3,3 bilhões.

Fonte: Valor – Mônica Scaramuzzo

COMENTÁRIOS

REDES SOCIAIS_