[Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ] [Escola de Química - UFRJ]

Núcleo de Estudos Industriais e Tecnológicos - UFRJ

centro de excelência na área de Gestão da Inovação, Inteligência Competitiva,
Prospecção Tecnológica e Monitoramento Tecnológico e Mercadológico

SABIC lança linha de PEs e PP derivados de fontes renováveis

A SABIC anunciou que vai lançar o seu primeiro portfólio de resinas renováveis certificadas pelo regime de certificação ISCC Plus da International Sustainability Carbon Certification (ISCC), que envolve rigorosa rastreabilidade e requer uma cadeia baseada em um sistema de balanço de massa.

O portfólio, que inclui polietilenos (PEs) e polipropileno (PP) derivados de fontes renováveis, é uma resposta da SABIC à crescente demanda por materiais sustentáveis, principalmente na indústria de embalagens.

Para desenvolver o novo portfólio renovável, a SABIC procurou atender as exigências crescentes de materiais sustentáveis que não possuam concorrência com a cadeia alimentar. A tecnologia permite a produção de PP e PE renováveis a partir de matérias-primas como gorduras e óleos usados. Os resíduos serão provenientes principalmente da Europa e só serão utilizadas matérias-primas que foram certificadas pelo ISCC Plus.

SABIC é a primeira empresa petroquímica a produzir PP e PE de base renovável. O interesse da SABIC pelo mercado de PE e PP derivados de fontes renováveis está ligado às necessidades de seus clientes, que exigem cada vez mais soluções de embalagens sustentáveis, em resposta as demandas do consumidor e de regulação. Segundo a SABIC, a utilização do PE e PP renovável ainda pode contribuir para uma melhora da sustentabilidade de seus produtos e os materiais podem ser processados facilmente em equipamentos já existentes, sem a necessidade de investimentos. Os produtos obtidos tem desempenho igual aos produzidos a partir de matérias-primas fósseis.

A sustentabilidade do PE e PP é confirmada através de uma Avaliação do Ciclo de Vida.

Além da colaboração da com a equipe de certificação da ISCC para comprovar a sustentabilidade da nova matéria-prima, a SABIC também trabalhou em colaboração com o Ministério dos Assuntos Econômicos Holandês com o objetivo de incentivar a produção e utilização do PE e PP de base renovável pela indústria.

O PP e o PP certificados pelo ISCC Plus serão produzidos inicialmente em instalações da SABIC no Geleen, na Holanda e a empresa acredita em uma expansão para a sua planta em Gelsenkirchen, na Alemanha.

Fonte: MaxiQuim

COMENTÁRIOS

REDES SOCIAIS_