[Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ] [Escola de Química - UFRJ]

Núcleo de Estudos Industriais e Tecnológicos - UFRJ

centro de excelência na área de Gestão da Inovação, Inteligência Competitiva,
Prospecção Tecnológica e Monitoramento Tecnológico e Mercadológico

Arkema planeja expandir capacidade mundial de poliamidas

A empresa francesa Arkema, especializada em materiais de alta performance, especialidades industriais e soluções para revestimentos, relevou recentemente seus planos para expandir suas capacidades de produção de especialidades de poliamidas da China e nos Estados Unidos. Esse aumento, segundo a empresa, vem com o intuito de suportar o crescimento dos seus clientes no mundo todo, principalmente em marcados como e de materiais esportivos, eletrônicos e automotivo.

Nos Estados Unidos o novo investimento será feito em sua planta na Pensilvânia, e terá como objetivo a produção do novo Pebax®, uma linha de poliamida de fonte renovável que é reconhecida por sua leveza, resistência ao impacto e flexibilidade a baixas temperaturas.

Em sua planta na China, a Arkema trará em 2017 duas novas linhas de produção de poliamida 11, em adição a linha de poliamida 10 que já é produzida no local. A Rilsan® polyamide 11 é feita a partir de sementes de rícino, e oferece um grau de versatilidade, segurança e duração diferenciados para aplicações altamente técnicas. Com essa nova linha, que em conjunto com outros recentes investimentos feitos na planta Chinesa já custaram 10 milhões de euros no total, a empresa investe na consolidação do seu fornecimento de poliamida renovável na Ásia.

A companhia, que primeiramente era orientada para negócios na Europa, tem crescimento com sucesso em mercados como e da Ásia e Estados Unidos, sendo que essas duas regiões já representam quase 60% das suas vendas. Segundo a empresa, seu foco de investimento continua sendo na pesquisa de tecnologias emergentes, incluindo produtos com origem renovável.

Fonte: MaxiQuim

COMENTÁRIOS

REDES SOCIAIS_