[Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ] [Escola de Química - UFRJ]

Núcleo de Estudos Industriais e Tecnológicos - UFRJ

centro de excelência na área de Gestão da Inovação, Inteligência Competitiva,
Prospecção Tecnológica e Monitoramento Tecnológico e Mercadológico

Avanços em saúde e segurança na indústria química são destaque em evento promovido pela FPQuímica na Bahia

Em 17 de junho foi realizado, na cidade de Salvador (BA), o Seminário Saúde e Segurança do Trabalho, promovido no Senai-Cimatec pela Frente Parlamentar da Química em celebração ao Dia Nacional do Químico (18/6). O evento teve o objetivo de estimular o debate de temas relevantes para os trabalhadores do Polo Petroquímico de Camaçari, ação liderada pela deputada federal Moema Gramacho (PT/BA), coordenadora de Saúde e Segurança do Trabalho da FPQuímica.

Na abertura do evento, Moema Gramacho lembrou de sua origem como funcionária da indústria química na Bahia. Segundo a parlamentar, nas últimas décadas, o setor químico muito avançou no que diz respeito a processos mais seguros, beneficiando trabalhadores e comunidades do entorno. Na opinião da deputada federal, esses avanços se deram graças aos esforços conjuntos entre empresas e funcionários, e que a melhoria contínua em saúde e segurança depende dessa bem-sucedida parceria. Tendo como referência o discurso da deputada Moema Gramacho, o diretor do Sindicato dos Trabalhadores do Ramo Químico/Petroleiro do Estado da Bahia, José Pinheiro, concorda que muitas melhorias ocorreram ao longo dos anos, mas afirma que ainda há avanços a serem feitos. Ainda na abertura do evento, o professor Jaílson de Andrade, secretário de Políticas e Programas de Pesquisa e Desenvolvimento do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação, ressaltou a importância da química para os grandes avanços da sociedade, e que essa ciência também ajudará na solução de importantes questões da humanidade no século 21. Alinhado ao discurso do secretário, o presidente-executivo da Abiquim, Fernando Figueiredo, lembrou que a indústria será um dos setores que mais irão contribuir para soluções mais sustentáveis, ações que irão se refletir a outros setores industriais. Por essa razão, segundo ele, o setor tem o compromisso absolutamente estrito com a saúde e a segurança de seus trabalhadores e das comunidades onde as empresas estão inseridas. Já o superintendente geral do COFIC, Mauro Pereira, enfatizou que os resultados alcançados pelo COFIC no Polo Industrial de Camaçari, referência no Brasil e no exterior na área de Segurança, Saúde e Meio Ambiente se devem a muitos fatores, mas principalmente humildade de acatar sugestões e contribuições, e reconhecer que sempre haverá melhorias a serem incorporadas às suas consagradas práticas sistematizadas e normatizadas.

O seminário também contou com a apresentação do gerente de Gestão Empresarial da Abiquim Luiz Shizuo Harayashiki, que detalhou à plateia como os requisitos do Atuação Responsável®, programa voluntário da indústria química mundial e coordenado no Brasil pela Associação, ajudaram empresas químicas brasileiras a melhorar seus processos nas áreas de saúde, segurança e meio ambiente.

Participou ainda do evento o assessor técnico da diretoria da Associação Brasileira da Indústria de Álcalis, Cloro e Derivados (Abiclor) Nelson Felipe Júnior, que deu detalhes sobre o trabalho da entidade na elaboração e implantação do PAM Abiclor – Plano de Auxílio Mútuo. Segundo ele, mostra a integração entre as indústrias de cloro-álcalis no atendimento às emergências com seus produtos.

Ao final do seminário, o público ainda conferiu cases de sucesso apresentados por especialistas e profissionais do setor: Roberto Garcia, diretor industrial da Cristal Pigmentos, apresentou o case “Cultura em Segurança do Trabalho”; já a especialista em Saúde, Segurança e Meio Ambiente da Braskem, Lucy Helena Silva de Jesus, destacou o case “Sistema de Gestão de SSMA”; e por fim, Aurinézio Calheira, Superintendente de SSMA do COFIC, destacou ao público detalhes sobre o “Gestão de SSMA no Polo de Camaçari”.

Fonte: Abiquim

COMENTÁRIOS

REDES SOCIAIS_