[Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ] [Escola de Química - UFRJ]

Núcleo de Estudos Industriais e Tecnológicos - UFRJ

centro de excelência na área de Gestão da Inovação, Inteligência Competitiva,
Prospecção Tecnológica e Monitoramento Tecnológico e Mercadológico

BASF investe em países emergentes: China e Brasil

Com um investimento de cerca de 7 milhões de reais em novos equipamentos, a companhia de origem alemã BASF duplicou a produção na fábrica de tintas e vernizes Demarchi, em São Bernardo do Campo, SP.

De acordo com a Organização Internacional de Fabricante de Veículos Automotores (OICA), o Brasil teria ocupado o sétimo lugar mundial no ranking de maiores produtores de carros. Portanto, o investimento permitirá à BASF a expansão na capacidade de atendimento às demandas de revestimento da indústria automotiva no país.

Na América do Sul, a BASF possui apenas duas fábricas de produção de tinta automotiva: a unidade de São Bernardo do Campo e outra em Buenos Aires, na Argentina.

O quadro atual é de aumento na demanda do mercado por esse tipo de tinta, tanto pelas novas montadoras instaladas no país, quanto pela busca da sustentabilidade através da substituição das tintas à base de solventes orgânicos pela tecnologia à base de água. A BASF se destaca como pioneira no desenvolvimento de tintas automotivas à base de água.

Além disso, tem sido buscada a integração dos processos, de modo que as etapas de pintura possam ser reduzidas a apenas uma, mantendo-se os mesmos padrões de qualidade de aplicação. Assim sendo, pode-se trabalhar com um processo com redução em material, tempo e energia.

Já na China, a BASF inaugurou recentemente duas plantas de ácido acrílico e polímeros superabsorventes (SAP) em uma joint-venture 50-50 com a Sinopec na cidade de Nanquim, além de pretender começar a produção na nova planta de acrilato de butila ainda nesse ano. A planta de SAP possuirá capacidade de produção de 60 mil toneladas métricas por ano com o objetivo de atender mais rapidamente, com maior eficiência e fornecimento mais garantido à crescente demanda na China e na Ásia por fraldas para bebês, geriátricas e produtos de higiene feminina.

Fonte: MaxiQuim

COMENTÁRIOS

REDES SOCIAIS_