[Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ] [Escola de Química - UFRJ]

Núcleo de Estudos Industriais e Tecnológicos - UFRJ

centro de excelência na área de Gestão da Inovação, Inteligência Competitiva,
Prospecção Tecnológica e Monitoramento Tecnológico e Mercadológico

Fusão entre a Dow e DuPont deve ser confirmada ainda em 2016

Postado por NEITEC em 20/Ago/2016


DuPont e Dow confirmaram que a Comissão Europeia (EC) – órgão executivo que defende os interesses gerais da União Europeia- iniciou a revisão da segunda fase para a proposta de fusão entre as duas empresas.

As empresas iniciaram a obtenção de aprovação da sua fusão pela EC, preenchendo o requerimento obrigatório para obter liberação no dia 22 de junho.

A EC afirma que suas preocupações no que tange a fusão são, primeiramente, a proteção de culturas, uma vez que ambas as empresas têm uma linha forte de herbicidas e inseticidas, e, por isso, a fusão poderia reduzir a competitividade desses mercados. Ainda, a EC irá olhar as atividades da Dow e da Dupont em nematicidas, e investigar se a fusão não irá ser favorável a uma redução de inovação em proteção de culturas como um todo.

É importante lembrar, também, que o sustento dos produtores rurais depende do acesso a sementes e a proteção de culturas a preços competitivos. Finalmente, a EC irá olhar para os produtos petroquímicos, devido à importância da Dow – está entre os maiores produtores de PE do mundo – e da Dupont – grande fornecedora de especialidades químicas – no setor. Desta forma, a Comissão está avaliando os efeitos no mercado de retirar um competidor e criar um novo mais verticalizado.

A Dupont teve USS 25 bilhões em vendas líquidas em 2015 e a Dow, USS 48,7 bilhões. A EC informou que tem 90 dias úteis, até 20 de dezembro de 2016, para tomar uma decisão e que está trabalhando com outras autoridades como o Departamento de Justiça nos Estados Unidos e as autoridades antitruste do Brasil e Canada.

Dow e Dupont afirmaram que ainda esperam que as transações se encerrem ao fim do ano de 2016.

Fonte: MaxiQuim

COMENTÁRIOS

REDES SOCIAIS_