[Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ] [Escola de Química - UFRJ]

Núcleo de Estudos Industriais e Tecnológicos - UFRJ

centro de excelência na área de Gestão da Inovação, Inteligência Competitiva,
Prospecção Tecnológica e Monitoramento Tecnológico e Mercadológico

Fusão entre Linde e Praxair deve criar maior empresa de gases industrias do mundo

A empresa norte-americana Praxair Inc. e a alemã Linde AG chegaram em um acordo sobre os pontos-chave para uma fusão no qual tanto os acionistas da Linde quanto os da Praxair deteriam 50% da companhia combinada. O presidente executivo deve ficar nos Estados Unidos.

O acordo, no entanto, ainda deve passar por uma negociação final e pelas aprovações regulamentares, que podem se estender até o segundo semestre de 2018.

A fusão entre as empresas teria valor de marcado superior a US$ 65 bilhões e cada acionista da Linde deve receber 1.54 ações da nova empresa enquanto que os acionistas da Praxair devem receber uma ação por cada uma da Praxair.

O acordo ocorre em um momento em que a Linde, a Praxair e também suas concorrentes Air Liquide AS e Air Products and Chemicals Inc. passam por mudanças diante do atual cenário econômico mundial. A Air Liquid AS adquiriu – em maio deste ano- a Airgas Inc por US$ 13,4 bilhões. O grupo Linde anunciou um programa em outubro para economizar US$ 386 milhões em custos.

Com essa fusão a Linde retomaria a sua posição, agora ocupada pela Air Liquide, de maior produtora de gases industrias no mundo.
Em 2015 as vendas da Praxair e da Linde foram de US$ 10,776 bilhões e US$ 18,731 bilhões, respectivamente.

No Brasil e em outros países da América do Sul o grupo Praxair é representado pela White Martins. O grupo Linde atua como Linde Gases Brasil.

 

Fonte: MaxiQuim

COMENTÁRIOS

REDES SOCIAIS_