[Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ] [Escola de Química - UFRJ]

Governo quer arrecadar R$24 bi com leilões do Pré-Sal

Com dificuldades para conter o déficit no orçamento, o governo federal quer arrecadar ainda em 2017 mais 8,5 bilhões de reais, no mínimo, com leilões nas áreas de petróleo e gás, inclusive de licitações em reservas no pré-sal. A informação é do Ministério de Minas e Energia. A expectativa é de que até 2019, com a realização de novos leilões, pelo menos 24 bilhões sejam arrecadados. Quatro rodadas de leilões serão realizadas neste ano, sendo a metade relacionada com o pré-sal. As rodadas para os anos de 2018 e 2019 ainda não foram definidas.

 

Ainda de acordo com o Ministério, esta estimativa pode ser considerada conservadora, em virtude de novas diretrizes que continuam em processo de definição, como a renovação da Repetro (regulamentação especial para importação e exportação no setor). Além do setor de combustíveis, no dia 24 deste mês será realizado um novo leilão para concessão de linhas de transmissão de energia, e a movimentação de investidores parece promissora aos olhos do governo.

 

Representantes do Ministério aproveitaram a conversa com jornalistas para também passar informações sobre as negociações com a Bolívia sobre a importação de gás natural. Com o contrato vencendo em 2019, o Brasil admite que renovará o acordo, mas a quantidade e o preço seguem em aberto. Outras alterações ao atual acordo também estão sendo discutidas, como a possibilidade de permitir a outras empresas que negociem e importem gás boliviano, retirando o monopólio de importação da Petrobras.

 

Fonte: Maxiquim

COMENTÁRIOS

REDES SOCIAIS_