[Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ] [Escola de Química - UFRJ]

Núcleo de Estudos Industriais e Tecnológicos - UFRJ

centro de excelência na área de Gestão da Inovação, Inteligência Competitiva,
Prospecção Tecnológica e Monitoramento Tecnológico e Mercadológico

Invista construirá unidade de hexametilenodiamina e PA 6.6 na China

Postado por NEITEC em 11/Abr/2014


A companhia americana Invista fez cerimônia de inauguração da construção de plantas de PA 6.6 e do precursor hexametilenodiamina (HMD) no Parque Industrial Químico de Xangai (SCIP) na China. Essas unidades marcam uma etapa chave nos planos da Invista de obter unidades integradas de produção de Nylon 6.6 no mercado chinês e enfatizar o comprometimento da companhia com essa região.

A nova planta de 150.000 toneladas de Poliamida 6.6 e de 215.000 toneladas de HMD é prevista para entrar em operação já em 2015. Além disso, a Invista planeja construir futuramente uma unidade do intermediário adiponitrila (ADN) de 300.000 toneladas. Quando completadas, essas unidades da Invista estarão entre as plantas de intermediários do nylon com maior eficiência energética no mundo, utilizando as mais modernas tecnologias da companhia para produção de ADN, HMD e do polímero. O investimento total dessas plantas estará acima de 1 bilhão de dólares, sendo o maior investimento de capital já feito pela Invistal.

De acordo com o presidente da Invista, Jeff Gentry, a China é uma das regiões mais importantes para a estratégia de crescimento da companhia. Ele afirmou ainda que a Invista já obteve crescimento bastante significativo na China nos últimos anos e planejam continuar a levar suas inovações tecnológicas mais modernas para a região.

O presidente da Invista Intermediários, Warren Primeaux, declarou também que acreditam que a China está conduzindo o crescimento da demanda global por nylon, e que o uso do Nylon 6.6 e seus intermediários estará crescendo na região. As novas unidades, segundo Warren, vai permitir que a Invista atenda aos consumidores com um melhor serviço, menor tempo de espera e recursos locais para a produção.

O HMD, ADN e o polímero de PA 6.6 são materiais usados na produção de fibras de PA 6.6 e outros polímeros que podem ter como aplicações finais como em air bags, partes automotivas, carpetes, roupas de ginástica, equipamentos ao ar livre, entre outras possibilidades.

Fonte: MaxiQuim

COMENTÁRIOS

REDES SOCIAIS_