[Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ] [Escola de Química - UFRJ]

Núcleo de Estudos Industriais e Tecnológicos - UFRJ

centro de excelência na área de Gestão da Inovação, Inteligência Competitiva,
Prospecção Tecnológica e Monitoramento Tecnológico e Mercadológico

Lanxess planeja investimento em suas fábricas na Europa

Com o crescimento do mercado e da demanda de seus clientes, a Lanxess anunciou que fará investimentos de 100 milhões de euros para expandir a produção de intermediários químicos no continente europeu, sendo a maioria desses investimentos focados nas suas plantas na Alemanha. Esta expansão seguirá um planejamento de três anos, e a diretoria da empresa afirma que grande parte da nova capacidade produtiva já possui destino garantido com alguns de seus clientes.

 

Uma pequena parte do investimento se dará na Bélgica, onde o objetivo será a expansão da produção de aditivos para borracha. Na Alemanha serão construídas novas plantas para a produção de componentes de diversos setores, previstas para serem completadas até 2020. As construções devem ter início ainda no final deste ano. Quase 80 milhões de euros serão destinados para Leverkussen e Krefeld-Uerdingen, com o intuito de intensificar a produção de trimetilolpropano, hexanodiol, mentol e aminas especiais. Também serão direcionados 15 milhões para Brunsbüttel, onde é produzido MEA (2-metil-6-etilanilina).

 

Segundo a diretoria da empresa, o crescimento da Lanxess acompanha o desenvolvimento dos seus clientes e do mercado, e que esse crescimento orgânico é um fator chave para o sucesso à medida que a Lanxess se alinha com o futuro.

 

Fonte: Maxiquim

COMENTÁRIOS

REDES SOCIAIS_