[Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ] [Escola de Química - UFRJ]

Núcleo de Estudos Industriais e Tecnológicos - UFRJ

centro de excelência na área de Gestão da Inovação, Inteligência Competitiva,
Prospecção Tecnológica e Monitoramento Tecnológico e Mercadológico

Novo laboratório do Cepel-Eletrobras entra em operação em 2014

Postado por NEITEC em 04/Fev/2014


O Laboratório de Ultra Alta Tensão externo do Centro de Pesquisas de Energia Elétrica (Cepel), do grupo Eletrobras, o primeiro de um complexo de laboratórios de tecnologia de ponta que está sendo implantado no município de Nova Iguaçu (RJ), vai funcionar ainda este ano, confirmou o ministro de Minas e Energia Edison Lobão, durante visita à unidade, dia 22 de janeiro, acompanhado do Diretor-Geral do Centro, Albert Cordeiro Geber de Melo, e diversos dirigentes do setor elétrico brasileiro.

Albert Melo destacou que o novo Laboratório de Ultra Alta Tensão (UAT) permitirá a realização, numa mesma área, de ensaios de UAT em corrente alternada (CA) e contínua (CC). É o primeiro de um complexo de laboratórios, que conta com recursos da Eletrobras e suas empresas, do MME e do MCTI, e inicia sua operação neste ano de 2014, quando o Centro completa quarenta anos.

Segundo o Diretor-Geral, a Ultra Tensão “é o novo paradigma que permitirá grandes ganhos de eficiência e confiabilidade para a transmissão de grandes blocos de energia a longas distâncias, viabilizando aproveitamentos energéticos do Norte do País, como o Complexo Hidrelétrico de Belo Monte”.

De acordo com o Cepel, o Brasil é o segundo país a dominar a tecnologia. O primeiro é a China. “Antes de chegar aqui, eu já sabia da capacidade e competência do Cepel, mas agora, impressionado, saio ainda mais convencido da sua excelência e importância para o País”, afirmou Lobão, após ouvir a explanação de Albert Melo.

O complexo de laboratórios de Ultra Alta Tensão do Cepel dará suporte a pesquisas experimentais, desenvolvimento de técnicas e equipamentos, condução de ensaios normatizados e especiais e a capacitação da indústria e da academia, no campo da transmissão em UAT, ou seja, em níveis de tensão até 1.000 KV CA e 800 KV CC.

(Com informações do Ministério de Minas e Energia e Cepel Eletrobras)

Fonte: www.anpei.org.br

COMENTÁRIOS

REDES SOCIAIS_