[Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ] [Escola de Química - UFRJ]

Núcleo de Estudos Industriais e Tecnológicos - UFRJ

centro de excelência na área de Gestão da Inovação, Inteligência Competitiva,
Prospecção Tecnológica e Monitoramento Tecnológico e Mercadológico

Sinopec e Sibur assinam acordo pra nova JV

A empresa petroquímica russa Sibur e a petroquímica chinesa Sinopec assinaram um acordo para a criação de uma joint venture para a produção de borracha sintética em Xangai. A cerimônia de assinatura do acordo ocorreu durante a visita de Estado do presidente russo Vladimir Putin à China, o presidente da China Xi Jinping também esteve presente na assinatura. Foi assinado também um acordo de cooperação estratégica entre as empresas.

As empresas acreditam que o acordo de cooperação estratégico, vai auxiliar na diversificação e garantia de abastecimento de longo prazo de produtos petroquímicos, além de ampliar os mercados de distribuição, contribuindo pra o desenvolvimento econômico. Novas negociações devem seguir a fim de determinar os detalhes da estratégia de cooperação entre as empresas.

A joint venture de borracha sintética terá capacidade de 50 mil toneladas por ano de borracha nítrica de butadieno (NBR), onde a Sinopec deterá 74,9% e a Sibur 25,1%. A planta de SBR será construída em Xangai, no parque industrial químico em Caojing, na China. As empresas também assinaram um acordo de que a licença de tecnologia para produzir o SBR nas instalações será da Sibur, além de participar também do estabelecimento das operações de produção e comerciais das novas instalações.

No ano passado, as empresas já haviam firmado uma joint ventura pra produção de borrachas no site de borrachas sintéticas Krasnoyarsk (KZSK) na Rússia, onde a Sinopec adquiriu 25% das ações. Onde atualmente uma porção significativamente dos produtos da KZSK são destinados para o mercado chinês.

O mercado chinês continua sendo um mercado de rápido desenvolvimento comprometido com a substituição das importações por produção local, a Sinopec como líder neste mercado com capacidades e recursos significativos, e combinado com a tecnologia avançada da Sibur para a produção de SBR, permitirá uma parceria de sucesso a longo prazo entre as duas empresas.

Fonte: MaxiQuim

COMENTÁRIOS

REDES SOCIAIS_