[Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ] [Escola de Química - UFRJ]

Tecnologia da LyondellBasell é escolhida para planta de PP na Bolívia

A companhia estatal boliviana de petróleo (YPFB) selecionou a tecnologia Spheripol de processamento de polipropileno da LyondellBasell para a primeira planta boliviana do polímeros, em Tarinja. Planta essa que terá capacidade de 250 mil toneladas por ano.

Segundo a LyondellBasell, o processo Spheripol é o mais difundido e está bem estabelecido na américa latina e agrada os produtores por ter tradição em um alto nível de operabilidade de planta, com o menor preço de operação, produtos de qualidade e fácil adaptação para novos grades.

A LyondellBasell é líder em licenças para processos de polipropileno e polietileno. Com mais de 250 licenças de processos, a Spheripol é a principal para o processamento de polipropileno e possui cerca de 22 milhões de toneladas em capacidade licenciada pelo mundo. Além disso, possui qualidade comprovada e alto custo benefício o que permite que seja a líder para a produção de PP.

Além do processo Spheripol, a LyondellBasell ofere outras tecnologias em seu portfólio, como a Spherizone, Motocene PP, Lupotech, Hostalen e Spherilene. Processos esses, usados para a confecção dos mais diversos polímeros como LDPE, EVA, PP entre outros.

A LyondellBasell é uma das principais companhias de plásticos e compostos petroquímicos, atuante em 18 países, possui linhas de produção em pelo menos 57 plantas e produz matéria prima e insumos para o desenvolvimento de produtos como peças automotivas, mobiliário, construção, biocombustíveis e outros.

A Yacimientos Petroliferos Fiscales (YPFB), petroquímica estatal boliviana, é o principal órgão regulador da indústria petroquímica na Bolívia e é responsável por toda extração e comercialização do petróleo e gás natural do país.

Fonte: MaxiQuim

COMENTÁRIOS

REDES SOCIAIS_