[Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ] [Escola de Química - UFRJ]

Núcleo de Estudos Industriais e Tecnológicos - UFRJ

centro de excelência na área de Gestão da Inovação, Inteligência Competitiva,
Prospecção Tecnológica e Monitoramento Tecnológico e Mercadológico

Embrapii já fechou mais de R$ 120 milhões em projetos de inovação

Postado por NEITEC em 08/Fev/2016


A Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) fechou o ano de 2015 garantindo a aplicação de R$ 115 milhões em 62 projetos de inovação industrial firmados com diversas empresas. Na maioria (74%), são projetos para o desenvolvimento de novos produtos, invertendo uma tendência, que foca, em geral, na melhoria dos processos industriais em detrimento a novas invenções para o mercado. Desde 2014, quando a Embrapii começou a operar, já foram firmados 71 projetos, no valor total de R$ 125,7 milhões.

“O bom desempenho demonstra que as Unidades Embrapii têm atuado de forma eficiente na prospecção de projetos, além de certificar a confiança das empresas parceiras em investir nesses projetos”, destaca o diretor-presidente da instituição, Jorge Guimarães. “Atualmente somos 13 unidades em funcionamento e acabamos de credenciar mais três em biotecnologia. Até março deste ano, teremos mais cinco unidades credenciadas em competências diversas aptas a trabalhar conosco.”

Há projetos na área de saúde, cosméticos, polímeros e outros materiais, aeronáutica e óleo e gás. Entre os destaques estão: projeto desenvolvido em parceria com a Whirpool, na área de tecnologia de refrigeração; outros dois, em parceria com a Embraer, na área de engenharia para melhorias no design interior das aeronaves e sistemas eletrônicos para uso aeronáutico; e o FlatFish, veículo autônomo submarino desenvolvido pela BG Brasil e pelo Senai Cimatec.

O balanço mostra que aumentou a parcela do valor investido pelo setor produtivo nas iniciativas. Muitas empresas estão investindo 45% do valor total do projeto, o que representa confiança do setor no investimento em inovação, segundo avalia a organização.

Compartilhamento de risco             

A Embrapii mantém contrato de gestão com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e atua por meio da cooperação com instituições de pesquisa científica e tecnológica, públicas ou privadas, tendo como foco as demandas empresariais e como alvo o compartilhamento de risco na fase pré-competitiva da inovação.

O financiamento da instituição obedece a seguinte regra geral: a Embrapii pode investir até um terço das despesas das unidades com projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I) com empresas, enquanto o restante é dividido entre a empresa parceira e a unidade.

“A proposta da Embrapii permite que os investimentos saiam de maneira rápida, flexível e desburocratizada, assegurando a tão almejada redução de riscos e a previsibilidade do início ao fim do projeto em desenvolvimento. Assim incentivamos a indústria a investir em inovação”, ressalta Guimarães.

(Embrapii)

Fonte: ANPEI

COMENTÁRIOS

REDES SOCIAIS_