[Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ] [Escola de Química - UFRJ]

Recicladores de PET ajudam a revitalizar a Cidade do México

Recicladores de PET Mexicanos estão fornecendo matérias primas para o projeto que tem como objetivo substituir parte do visual “cinza” de megaestruturas de concreto na cidade do México por revestimento de vegetação verde, muitas delas na posição vertical. O projeto se chama Via Verde o promete transformar o visual da capital.
Gigantes jardins verticais estão sendo instalados em colunas de uma das principais rodovias da cidade pelo grupo Verde Vertical, organização sem fins lucrativos que promove o design verde como forma de melhorar a qualidade de vida nos espaços urbanos e revitalizá-los. O projeto completo prevê cobrir 60 mil metros quadrados de concreto de mais de mil colunas em rodovias da cidade, gerando 27 quilômetros de vias verdes.
As 2.340 plantas que constituem cada coluna perdem de pequenas bolsas que são costuradas por 30 detentos da penitenciaria feminina Santa Marta Acatitla, na Cidade do México, em painéis fabricados de plástico reciclado.

A tecnologia de reciclagem da Ecatepec de Morelos, ao norte da capital mexicana, produz o tecido PET utilizado. A empresa terá fornecido 646 mil metros quadrados de material, de acordo com a diretoria da empresa, quando o projeto for finalizado, no final de 2018.

Segundo Ortiz Monasterio, um dos fundadores da Verde Vertical, a Cidade do México ainda precisa fornecer mais 40 milhões de metros quadrados de áreas verdes para cumprir as recomendações da Organização Mundial da Saúde.

Fonte: Maxiquim

COMENTÁRIOS

REDES SOCIAIS_