[Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ] [Escola de Química - UFRJ]

Setor do petróleo de gás perde grande investidor

O maior fundo de investimentos do mundo, gerenciado pelo Banco da Noruega, chocou a indústria petroleira está semana, quando anunciou que retirará seus investimentos da área. O fundo soberano de US$ 1 trilhão planeja vender cerca de US$ 35 bilhões de ações em empresas de petróleo e gás para tornar a Noruega menos vulnerável a variação do preço do petróleo bruto, em queda desde 2014. A Norges Bank Investment Management está entre os 10 melhores acionistas nas maiores companhias de petróleos da Europa, tendo sua maior participação na Shell, cerca de 2,3 % e seguido da Eni, tendo 1,7% do controle. O fundo não anunciou como realizará a venda e quando irá lançar as ações, também a transação deve ser aprovada pelo Ministério de Finanças da Noruega.

Com essa decisão, seriam lançadas milhões de ações para o mercado e trazer novos investidores para essas empresas. Porém, no momento, as ações de petróleo e gás reagiram negativamente, a Shell apresentou maior queda, 2%, enquanto a Eni caiu 1% e a BP 0,8%. Apesar de investimentos nessa área, o setor apresentou o pior desempenho no índice geral MSCI World. Do ponto de vista de especialistas, foi uma decisão sensata do fundo, pois a economia da Noruega possui uma considerável exposição ao mercado do petróleo e gás.

COMENTÁRIOS

REDES SOCIAIS_